Sessão Explorar

Contexto

Organizações de tamanho e naturezas diversas. Alguns fatores aumentam a chance do problema surgir:
    Pessoas trabalhando remotamente
    Círculos ou organizações lidando com situações confusas e incertas
    Uma estrutura organizacional pouco clara ou disfuncional
    Início da adoção de práticas de autogestão
    Necessidade de explorar em profundidade perspectivas diferentes sobre um assunto

Problema

Quando as pessoas estão adotando O2 e fazendo reuniões de círculo regulares, existe a possibilidade delas sentirem falta de espaços mais livres de conversas ou assim chamados mais espaços exploratórios. Elas podem ter receio em trazer tensões pouco elaboradas ou de caráter exploratório para o sincronizar ou para os outros modos de reunião existentes. Outras pessoas tentam inibir ou impedir outras pessoas de tratar suas tensões exploratórias devido ao tempo necessário para isso em uma reunião com muitos itens na pauta.

Forças do problema

Os três modos (Revisar, Sincronizar e Adaptar) que existem para lidar com o espaço organizacional são configurados para oferecer o melhor ambiente possível para as pessoas saírem dali com passos claros e registrados (projetos), acordos firmados ou revisados e mais visibilidade sobre o que está acontecendo no círculo. Além disso, são modos criados para lidarem com muitas tensões, de várias pessoas, uma de cada vez no menor tempo possível. Já o modo Cuidar está focado no espaço relacional e não faria sentido discutir nele questões sobre como realizar o trabalho. Conversas espontâneas e não estruturadas entre 2, 3 ou 4 pessoas podem oferecer boas condições para esse tipo de espaço exploratório quando as pessoas conseguem aproveitar as vantagens ao mesmo tempo que evitar certas armadilhas. Algumas vantagens identificadas:
    A conexão de ideias tende a ser fácil, pois as pessoas se complementam rapidamente e até se interrompem;
    O surgimento de ideias novas também pode ser mais fácil, por conta das muitas conexões feitas;
    As pessoas costumam se sentir mais relaxadas, pois não estão atentas ao processo;
    A baixa exigência por clareza na intencionalidade da fala e autorresponsabilização, evita que as pessoas tenham que lidar com seus tabus, dissonâncias e desconfortos de maneira aberta, gerando para muitos uma sensação de conforto e até segurança emocional momentânea.
Algumas armadilhas:
    A falta de estrutura pode criar um ambiente adverso para algumas pessoas (ambiente hostil à neurodiversidade);
    Pode permitir a continuidade ou fortalecimento de uma estrutura implícita de autoridade, pois permite mais insinuações e ironias;
    Pode silenciar vozes dissonantes de maneira recorrente e violenta;
    Pode ocorrer abuso no uso do consenso e processos decisórios disfuncionais;
    Alguns assuntos são evitados ou desviados e pessoas saem com pouca clareza dos próximos passos.
Fica claro que o abuso ou foco exclusivo nesse tipo de espaço exploratório pode ter consequências bem ruins. Ver mais sobre isso no Contexto Resultante.

Solução

Adicionar uma restrição e um papel no círculo que pode ajudar a fomentar espaços de Explorar e melhorar a qualidade deles.
Criar um papel com a seguinte descrição:
Nome: Anfitrião do Explorar
Propósito: Sessões de conversas exploratórias saudáveis
Responsabilidades:
    Planejar a estrutura da Sessão Explorar ouvindo necessidades da pessoa que está trazendo o tema
    Facilitar a Sessão Explorar
Criar uma restrição como descrita abaixo:
Nome: Sessão Explorar
Se uma pessoa tiver necessidade em explorar um tema, ela poderá convidar qualquer parceiro para assumir o papel Anfitrião do Explorar para sua sessão ou sessões, incluindo ela mesmo.
Ao fazer essa proposta no Adaptar, a única coisa que você está fazendo é dando legitimidade e facilitando algo que já poderia acontecer. Ao adicionar o papel abre-se espaço para explicitar o que se espera de alguém que estaria facilitando uma sessão como essa. Duas coisas podem acontecer também seguindo esse mudança estrutural:
    O Facilitador do círculo pode muitas vezes ser chamado para ser Anfitrião do Explorar;
    A sessão pode acontecer após uma reunião de círculo mais curta, aproveitando que muitos dos possíveis convidados estão na sala.
Diferentes Padrões podem ser encontrados na biblioteca que podem ajudar um facilitador novato a conduzir esses momentos. Em alguns contextos pode ser uma facilitação difícil e acaba demandando posturas e hábitos um pouco diferentes dos outros modos.

Contexto resultante

É uma solução mais simples e menos impactante do que o Padrão Modo Explorar, mas vai na mesma direção. Talvez o caráter mais voluntário (sem meta-acordo sobre priorização) da Sessão Explorar evite problemas de pessoas que não querem estar em reuniões com longas discussões sobre temas que não te interessam. Por outro lado, isso pode passar a imagem de ser uma conversa menos importante ou uma conversa onde apenas os escolhidos foram convidados.
De qualquer maneira existe uma chance de aumentar as oportunidades de conversas importantes e espaços de qualidade para discutir temas diversos, como estratégia, processos, questões associativas, etc.. Porém algumas coisas também podem acontecer:
    As pessoas marcarem muitas Sessões Explorar e lotarem suas agendas, sem terem o resultado desejado;
    As Sessões Explorar se tornarem "Reuniões de alinhamento" onde são feitas decisões e acordos que não respeitam a estrutura e meta-acordos.
Olhar para as pessoas que estão assumindo esse papel de Anfitrião pode ajudar a balancear esses efeitos. Talvez ter uma restrição sobre alocação que seja um pouco diferente, deixando claro que a pessoa precisa ter algum curso ou experiência prévia sobre facilitação do Explorar.

Fundamentação

A ideia é legitimar algo que sempre foi possível e criar um categoria diferente de reuniões, que não as reuniões de alinhamento ou de trabalho. Com isso a qualidade das conversas pode melhorar e as pessoas que sentem que não possuem espaço para certas tensões na reunião de círculo poderão ser contempladas.

Usos conhecidos

Não temos registro do uso desse padrão em específico. Talvez com outro nome e algumas mudanças. Nos avise se conhecer alguma.
Last modified 2d ago